Lia Drumond

É só um blog…

Escrevo assim…

with one comment

Não importa, eu decido o que faço dos meus dedos e neurônios antes que o tempo os deteriore.
Não me importa se vai ficar muito autobiográfico.
Afinal, não sào todas as obras expressão de quem as cria?
A expressão é algo que não está relacionada ao ser?
Está. E pronto.
Escrevo assim porque é assim que penso.
Meus pensamentos vêm em forma de frases assim…
Como se eu estivesse falando comigo.
É como eu escrevo, é como eu penso se penso…
Adoro reticências porque deixam a coisa no ar.
Adoro escrever assim, sem me preocupar.
Você está entendendo do que estou falando?
Se não entende o que lê, não entenderia o que falo.
Formar uma teoria na minha cabeça é fácil.
Acho simples expressar minhas conclusões.
Difícil é acompanhar esse raciocínio inquieto.
Difícil, talvez, seja lidar com esse ser inquieto que sou.
Mas fascinante, eu sei que é…

Written by Lia Drumond

março 30, 2006 às 14:41

Publicado em Versos

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Instigante suas linhas.
    é como um gole de absinto,
    suave no início, arde ao final.

    Ôbèron

    março 30, 2006 at 17:39


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: