Lia Drumond

É só um blog…

O amor briga

with 3 comments

Briga, sim, o amor briga
Nunca é perfeito, o amor.
O amor fere
Quando não é sempre lindo
Quando não é só flor
Quando no mar de rosas há espinhos
O amor quebra a cabeça
São mil formas e fomes
São muitas as expectativas
Minhas e suas e nossas
E o futuro não vai chegar agora
O amor sofre por antecipação
O amor cobra amor do seu jeito
Amor de outro jeito é pouco
Meu amor vive louco
De tentar lhe satisfazer a alma
Sofre, você e eu e o meu amor
Sofremos
Nem tudo está perfeito, e dói.
Eu nem sou tudo o que você quer
Você é mais do que eu mereço
Um impasse, o amor se zanga
O amor faz birra, urra, dá escândalo
O amor fere por que não sabe calar
O silêncio não faz parte
Se fizesse, esse amor seria calmaria
Se fizesse, não seria amor loucura
O amor pede distância, quer solidão
O amor quer liberdade, espaço
Este amor não quer morrer por nada
Quer fugir pra não acabar
Este amor não poderia ser ruim
Este amor morre toda noite
Deitado com a cabeça no seu ombro
Este amor nasce todo dia
Quando abre os olhos ao seu lado, na cama.
O amor briga, mas briga por você
Não quer brigar com você
Nem te fazer chorar nunca mais
Não quer chorar por não ter paz
Quer brigar só pra ser feliz
E te fazer brigar por isso também!

Written by Lia Drumond

maio 8, 2006 às 11:14

Publicado em Versos

3 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Gostei bastante. É duro, mas é verdade. Creio que é difícil e há brigas devido ao fato de que o “outro” não somos nós mesmos: é sempre um mistério… E a graça de um relacionamento é reverenciar essa diferença e alteridade, ao invés de esperar reações que nós teríamos. O AMOR É ESSA REVERÊNCIA AO OUTRO.

    Don Quixote

    maio 8, 2006 at 11:30

  2. Olá Rua Infinita, parabéns vc soube descrever sabiamente o que acontece dentro do universo feminino com maestria !!!!!
    Adorei !!!!!!!!

    Cintia Cunha

    maio 13, 2006 at 22:15

  3. Oi, tb escrevo mas sou meio timida ,não tenho a sua leveza mas eu tento, então aí vai … espero que vc goste tb…

    Eu

    Eu sonhei você para mim,
    Eu te quis
    Te desejei
    Te amei
    Chorei

    Eu, eu mesma quem te quis,
    Eu te invadi
    Te confundi
    Te magoei
    Sofri

    Chorei porque te achei,
    Mas te achei assim,
    Como eu quis

    Sofri porque te descobri
    Mas vi que não é assim
    Você é você
    Não o que eu sempre quis

    Cíntia Cunha

    tem sugestão para o fim????

    lindinha6005@hotmail.com

    Cintia Cunha

    maio 13, 2006 at 22:29


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: