Lia Drumond

É só um blog…

Belas Maldições – Neil Gaiman e Terry Pratchett

leave a comment »

O bem e o mal. Uma velha história com uma roupa muito melhor e mais bem contada. Neil Gaiman é um dos meus prediletos, portanto, essa crítica é mais do que comprometida. Mas quero recomendar esse livro por que fala sobre o comportamento humano, sobre como o bem e o mal são apenas faces de uma mesma moeda e como o inefável é tão…. tão…. inefável.  

A Peste se aposentou e foi substituída pela Poluição depois que inventaram a Penicilina em 1929, mas os demais cavaleiros do apocalipse: Morte, Fome e Guerra, prosperam e atuam de maneira geral na nossa sociedade, o anticristo foi trocado na maternidade por freiras malignas burras, o Cão saiu do inferno. E tudo, isso tem graça. O apocalipse é muito mais interessante quando está para acontecer assim, do jeito que eles imaginaram.

Agnes Nutter viu um futuro muito preciso, mas a precisão da idade média pode ser bem engraçada. Como alguém que viveu naquela época poderia descrever uma TV ou um automóvel? O conflito amistoso e eterno entre o anjo Aziraphale e o demônio Crowly, que vivem e acompanham a humanidade na Terra desde seus primeiros dias, e suas profundas questões sobre o… inefável. Por mais que você saiba o que essa palavra significa, talvez mude de idéia depois de ler esse livro.

capa.jpg

E a trilha sonora de hoje é: The Scientist – Coldplay

Written by Lia Drumond

fevereiro 7, 2008 às 15:25

Publicado em Livros

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: